Academia Cbn - Mario Sergio Cortella

Sinopsis

Reflexões e provocações sobre o cotidiano e as relações humanas.

Episodios

  • É preciso preparar o encontro com a oportunidade

    'É preciso preparar o encontro com a oportunidade'

    23/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre chance perdida, a ocasião esvaziada. Uma oportunidade que passou. 'Deixar escapar aquilo que deveria e poderia ter sido agarrado no momento certo produz arrependimento'.

  • A conveniência quando marcada por oportunismo imediato sempre traz desconfiança

    'A conveniência quando marcada por oportunismo imediato sempre traz desconfiança'

    22/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre conveniência elevada, apreciação invertida. 'A expressão de algo que não manifesta mais autenticidade, que foge daquilo que se anunciava em outro tempo, acaba sendo indigno de imaginar numa relação que queira a sinceridade como sua marca'.

  • Indignação motivada por moralismo perde efeito

    Indignação motivada por moralismo perde efeito

    21/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre as pessoas que servem a causas que não conhecem e que acabam produzindo um efeito contrário ao que desejam. Para o comentarista, indignar-se é absolutamente necessário, mas isso não pode ficar restrito ao que está apenas aparente.

  • A modéstia fingida é uma forma extremamente canalha de admissão de algo que tende a ser um elogio

    'A modéstia fingida é uma forma extremamente canalha de admissão de algo que tende a ser um elogio'

    18/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre autoestima exagerada, o humor cabível. 'Tem gente que se acha. É a autoestima exagerada'. Ele diz que 'é preciso ter humildade, mas não o fingimento de uma falsa modéstia'.

  • Alguns moralismos apontam o escândalo para o lugar errado

    Alguns moralismos apontam o escândalo para o lugar errado

    17/09/2020 Duración: 02min

    Mário Sergio Cortella faz uma reflexão sobre pessoas que, na intenção de fazer com que se perca a noção daquilo que de fato está acontecendo, passam a apontar para o lugar errado. Érico Veríssimo, em Solo de Clarineta, escreveu: "Para mim, pornografia mesmo é a crueldade do homem com o seu semelhante. A exploração do homem pelo homem. Obscenidade é a guerra, é o genocídio".

  • O que tem que ser já não pode ser demorado

    'O que tem que ser já não pode ser demorado'

    16/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre perícia veloz, o adiamento afastado. Ele explica que o que tem que ser já é a emergência, aquilo que deve ser logo é a urgência.

  • Há pessoas que fazem uma distinção imensa entre o dito e o feito

    'Há pessoas que fazem uma distinção imensa entre o dito e o feito'

    15/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre exemplaridade enérgica, a prática evidente. 'Demonstrar em vez de somente exigir. Ele acrescenta que quando se quer ensinar algo é preciso demonstrar como se pratica.

  • A maior contribuição para a Pátria é educar o filho para a prática do que é correto

    A maior contribuição para a Pátria é educar o filho para a prática do que é correto

    14/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre futuro protegido, o cuidado antecipado. 'Uma educação em geral, da qual a educação escolar faz parte, que tem uma urgência, é aquela que se dá especialmente na família'. Cortella cita um trecho da obra 'As Farpas', publicações feitas por Ramalho Ortigão e Eça de Queirós.

  • Será que é possível a arte sem algum sofrimento?

    Será que é possível a arte sem algum sofrimento?

    11/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre critério impactante, a ferida criativa. 'De maneira geral, alguns inclusive lembram, que o sofrimento favorece até a criatividade no campo da arte'.

  • Pessoas obsessivas por popularidade podem sacrificar ideais e princípios

    Pessoas obsessivas por popularidade podem sacrificar ideais e princípios

    10/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio fala sobre desejo imaturo, a sequência juvenil. Ele destaca que pessoas, mesmo numa idade mais avançada, tem alguma tendência a se comportarem de modo ainda juvenil em busca de um desejo imaturo de serem populares.

  • É preciso consciência nítida para evitar o autoengano

    É preciso consciência nítida para evitar o autoengano

    09/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre consciência nítida, a percepção correta. 'Eu sei o que eu sou e o que eu não sou. Não adianta eu fingir para mim mesmo'. Cortella destaca que 'esse fingimento ou autoengano só é possível quando há algum tipo de degeneração na consciência'.

  • A alimentação mostra nossa identidade

    A alimentação mostra nossa identidade

    08/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella reflete sobre identidade alimentar, a edificação cultural. 'Nós somos também o que nós preparamos para comer'. Essa identidade marca as variadas formas de cultura da humanidade. A identidade alimentada nos desenha, mostra como nos enxergamos. Cortella cita o escritor Fialho de Almeida, com um trecho da obra 'Os gatos'.

  • O patriotismo começa em casa

    O patriotismo começa em casa

    07/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre civismo domiciliar, o exemplo vigoroso. Ele explica que é a fonte original para se ter bons valores cívicos, bons valores de patriotismo.

  • A decência estética é a recusa à estupidez

    A decência estética é a recusa à estupidez

    04/09/2020 Duración: 02min

    Isso significa que critérios de natureza moral não podem servir para validar a arte, seja na produção ou na interpretação, porque, segundo Mario Sergio Cortella, o que a caracteriza mais imensamente é o pensamento e a expressão livre.

  • A visão crítica exige distanciamento

    A visão crítica exige distanciamento

    03/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre perícia crítica, o distanciamento necessário. Ele destaca que, em muitos momentos, para se entender melhor uma situação é preciso se distanciar um pouco para ter uma visão objetiva.

  • Pensamento duplo: contradição, incoerência ou esperteza?

    Pensamento duplo: contradição, incoerência ou esperteza?

    02/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella faz uma reflexão sobre oportunismo militante, a ignorância inocente. Pessoas que dizem algo, mas praticam o inverso. Cortella fala sobre a noção do pensar duplo, que é ter duas opiniões contraditórias e aceitar ambas.

  • Ser pacífico não significa ser inerte

    'Ser pacífico não significa ser inerte'

    01/09/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala sobre o sentido contrário, a direção positiva. Muita gente se prepara para guerrear em nome da paz. Cortella cita um trecho do livro 'Mergulho na paz', do professor Hermógenes, que inverte essa lógica: 'se queres a paz, prepare-se para ela'.

  • Justiça divina pode ir na direção daquele que, em seu nome, pratica o que não deve

    Justiça divina pode ir na direção daquele que, em seu nome, pratica o que não deve

    31/08/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella faz uma reflexão sobre situação perigosa, a ação divina. Pessoas que costumam olhar as coisas e dizer: 'meu Deus, o que falta acontecer'. Esse tipo de chamamento demonstra incredulidade e um tipo de busca de apoio.

  • Mergulho interior, a fonte individual

    Mergulho interior, a fonte individual

    28/08/2020 Duración: 02min

    Mário Sergio Cortella faz uma reflexão sobre a arte e sua individualidade. Vários críticos pensaram nessa direção. Álvaro Lins, jornalista e escritor pernambucano, escreveu: "Toda obra de arte é pessoal. A arte só é social na sua sugestão e na sua repercussão".

  • Rotas alternadas, a direção desviada

    Rotas alternadas, a direção desviada

    27/08/2020 Duración: 02min

    Mário Sergio Cortella fala sobre os termos "nortear" e "orientar" e destaca a relação deles com hegemonias históricas. No século XVIII, Voltaire, filósofo francês, um dia escreveu: "hoje é do norte que nos vem a luz". E assim, se passou a falar em "norteado" ou "desnorteado". Do mesmo modo, os termos "orientado" ou "desorientado" se referem a nações do oriente. "Estar norteado ou orientado, dependerá, em larga escala, de qual é o caminho que nós seguiremos no campo da vida humana"

página 1 de 2